Perícia Trabalhista

Técnicos e especialistas em Perícia Judicial Trabalhista, atuamos como PERITO ASSISTENTE ou ASSISTENTE TÉCNICO da parte, realizando análise de condições de trabalho de funcionários ou ex-funcionários que objetivam junto a Justiça do Trabalho os adicionais de:
  • INSALUBRIDADE (NR-15);
  • PERICULOSIDADE (NR-16);
Realizando a confecção dos quesitos técnicos, o acompanhamento do Perito Judicial, a impugnação ao Laudo Pericial e toda a consultoria necessária até a conclusão dos trabalhos periciais.
Atuamos também em processos de verificação e análise de ACIDENTE DO TRABALHO e suas causas e no acompanhamento de processos junto ao MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO.
Com experiência, a AZEVEDO CONSULTORIA fundada em 2007 e sediada em São Paulo, acumula inúmeros casos de sucesso na área jurídica em todo o Brasil.
Nosso objetivo é apresentar neste site as etapas das Perícias Judiciais de Insalubridade, Periculosidade ou de Acidente do Trabalho.
E ainda os trabalhos de Consultoria em Segurança do Trabalho que realizamos para empresas para identificar atividades e/ou condições Insalubres ou Periculosas com objetivo de minimizar ou neutralizar os riscos existentes antes que se tornem Reclamações Trabalhistas e também todos os Programas e Laudos necessários para atender a legislação vigente.
- Perícias de Insalubridade e Periculosidade, com atuação como Perito Oficial ou Assistente Técnico em Reclamações Trabalhistas.
- Auxílio ao departamento jurídico, nas diversas etapas do processo, tais como a elaboração dos quesitos, acompanhamento do Perito Judicial nomeado pelo Juiz, avaliação e elaboração do parecer referente ao adicional pretendido pelo reclamante: insalubridade, periculosidade ou acidente do trabalho.
- Laudo de insalubridade e periculosidade
- Avaliações de atividades e locais de trabalho de funcionários para empresas, verificando se a atividade expõe os trabalhadores à insalubridade ou periculosidade.
- Apresentação de soluções para adequação dos ambientes de trabalho, com implantação de EPC – Equipamento de Proteção Coletiva e como última alternativa, a implantação de EPI – Equipamento de Proteção Individual.
- Consultoria de Segurança do Trabalho
- Avaliações qualitativas e quantitativas para confecção de relatórios e laudos técnicos para empresas.
- Utilização da legislação vigente Lei 6.514 e da Portaria 3.214/78 em suas Normas Regulamentadoras e anexos.

Passo a passo como é nosso trabalho para defender sua Empresa na Justiça do Trabalho

01º Passo
Prestar assessoramento técnico e científico ao advogado na montagem inicial do processo.
02º Passo
Sugerir ao advogado os quesitos que serão apresentados no processo trabalhista.
03º Passo
Interagir com os funcionários da empresa ligados ao objeto da perícia judicial.
04º Passo
Informar ao advogado acerca da necessidade de apresentação de quesitos suplementares, pois ele é a pessoa mais indicada para detectar a sua utilidade e o momento certo de apresentação. (quesitos suplementares têm como função cercar melhor os assuntos específicos da perícia).
05º Passo
Observar a necessidade da apresentação de quesitos suplementares, com a consequente apresentação dos mesmos pelo advogado, possibilita que o processo tome nova direção, favorável a sua parte.
06º Passo
Conhecer todos os prazos relativos a si e ao perito.
07º Passo
Saber como os peritos costumam pensar e agir.
08º Passo
Alertar o perito sobre as possíveis distorções, ajudando-o a esmiuçar os quesitos e suas respostas, para que não venham a ocorrer danos graves, tendo em vista que a parte adversa tende a distorcer os fatos com os seus próprios quesitos, levando à confusão do perito e podendo, assim, obter um laudo técnico favorável a sua parte.
09º Passo
A após a entrega do laudo por parte do perito nomeado pelo juiz, quando não concordar com este, apresenta o seu parecer nos autos em separado, no qual fará críticas, ponto a ponto, ao laudo do perito.
10º Passo
Complementar e advertir o laudo do perito, quando o mesmo, por lapso, apresentar cálculos equivocados e, involuntariamente, omitir ou distorcer fatos e técnicas importantes.
11º Passo
Após a entrega do laudo do perito, quando não concordar com este, apresentar o seu parecer nos autos em separado, no qual fará críticas, ponto a ponto, ao laudo do perito.
12º Passo
Advertir o laudo do perito, quando o mesmo, por lapso, apresentar cálculos equivocados e, involuntariamente, omitir ou distorcer fatos e técnicas importantes.

Consulte-nos! Ligue 11 2056-0110 ou

Nos mande um e-mail se preferir!